news

Iris Buchholz Chocolate, de origem alemã e residente em Angola, criou a instalação intitulada ‘‘TUDO AQUILO DE QUE NÃO NOS LEMBRAMOS”; uma exposição que foi aberta ao publico nos dias 22 de julho e estendeu-se até o dia 27 de agosto de 2022 em a galeria Jahmek Contemporary Art (Hotel Globo) Luanda, Angola.

O título, de acordo a artista, foi baseado na obra homónima do autor e escritor Angolano José Agualusa. Contudo, Iris Chocolate, justificou a escolha do título da instalação que ‘‘refere-se a um livro que também reflete a história da minha família, é sobre a fuga do Leste no final da Segunda Guerra Mundial, sobre o esquecimento e a repressão. Lembro-me do silêncio e dos olhares em que toda a dor foi presente. Há memórias que continuam a ter um efeito, subconscientemente também nas gerações seguintes. Há medos que não podem ser explicados a partir da própria experiência. Creio que cada sociedade tem a sua história que precisa de ser curada, especialmente após colonização e guerra civil.”

Quanto aos detalhes do espaço da exposição, ele foi totalmente coberto com tecido sarja 2×1 cor Azul Royal cedido pela Textang II. Grandes peças de tecido, com tiras costuradas e tendo seus bordes desfiados, revestiam as paredes da sala, o chão, o teto, o mobiliário e até algumas peças artísticas apartadas. Segum a artista, “as franjas de tecido são ambos um pormenor poético e frágil da instalação, mas também uma ferida aberta, algo que foi rasgado à força. No entanto, é uma experiência muito táctil.”

A curadora da obra, Suzana Sousa, fala que “a exposição é desafiante pelo tanto que exige do observador, pois todo o nosso corpo interage com a obra. Contudo é-o também no plano de construção e implicações da produção de arte. Ao trabalho de pesquisa e conceição da artista, seguiu-se um workshop e formação de costura artística na Academia do Empreendedor do Governo Provincial de Luanda na Via Expressa que utilizou material patrocinado pela Textang II. A oficina durou 4 semanas e formou 10 técnicos. O projeto resulta assim de uma rede que direitamente cria impacto social e económico num grande número de pessoas. E evidencia a neces­sidade de a arte assumir esse papel de respon­sabilidade no meio em que esta inserida e por outro lado assumir-se como um agente económico num país que nega a relevância do sector remetendo-o para o espaço de entretenimento ou folclore.”

A artista por sua vez agradeceu a participação de todos os que cooperaram para a concretização da exposição, assim como, a equipe de produção, consultoria de costura criativa, Dinamene Manuel e aos patrocinadores como a Textang II, Academia do Empreendedor de Luanda e outos operadores.

Consultant
Dinamene Wilson Manuel

Production team
Benjamin Tchianeque
Becas Bernardo
Delfina Sapi
Delfina Mafulo
Esperança Baptista
Francisco Cangombe
Joana Lucamba
Maria Manuel
Miria Bula
Nzola Martins
Rosa Mawongo
Sonia de Andrade
Teresa Coxi

Sponsors
Alcaal Angola – Textang II
Academia do Empreendedor de Luanda

Special thanks to
Julia Villegas
Woodvibe & Vita, Samora, Bruno
Geraldo José
Claudio Chocolate
Sandra Poulson

http://www.irisbuchholzchocolate.com/